Pular para o conteúdo
Início » Notícias » Está aberta a Consulta Pública do CFM para resolução 2324

Está aberta a Consulta Pública do CFM para resolução 2324

Enquando a ONU reconhece as propriedades medicinais da cannabis, Conselho Federal de Medicina abre consulta pública para averiguar os benefícios

No Dia da ONU, começa o período da Consulta Pública que o CFM abriu para receber sugestões sobre o texto da resolução 2324.

Por um lado, em 2020, a ONU evoluiu e retirou a [email protected]@ da lista de entorpecentes perigosos, reconhecendo as propriedades medicinais da planta.

Já o CFM publicou no dia 14 de outubro deste ano o texto da nova resolução, que retrocede em ao texto publicado em 2014.

O conselho continua limitando o uso do canabidiol somente para crianças e adolescentes e para três patologias que não respondem às terapias convencionais: Síndrome de Dravet e Lennox-Gastaut e no Complexo de Esclerose Tuberosa.

O texto da resolução proíbe e censura os médicos de realizarem palestras fora do ambiente científico e de fazer publicidade sobre os benefícios da cannabis.

Médicos, pacientes, ativistas e profissionais da saúde promeveram atos de protestos sonbre a resolução nas princiapis capitais, em frente aos prédios dos Conselhos Regional e Federal.

Eles defendem que a resolução está desatualizada, além de ser inconstitucional, pois nega ao médico o direito de prescrever o tratamento mais adequado e ao paciente, o direito à saúde.

O CFM abriu consulta pública para que qualquer pessoa interessada possa sugerir mudanças no texto da resolução.

Segundo o conselho, todas sugestões serão tratadas sob critérios de sigilo e anonimato.

Ficou interessado em participar?

Você tem até o dia 23 de dezembro de 2022 para acessar a plataforma disponível no site do CFM e fazer suas contribuições.

Para saber os detalhes da resolução 2324 e também como particpar da consulta pública acesse o site do Conselho Federal de Medicina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.